X

Bexiga – Pangguang

O Bexiga – Pangguang é uma víscera oca, segundo a teoria Zang-Fu, com características Yang, pertencente ao elemento Água e é associada ao Rim.

Funções da Bexiga

Armazena e transforma os líquidos, atuando em estreita relação com o Rim. Infecção urinária, indica Bexiga em excesso, então, deverá ser sedada. Como o canal da Bexiga é paralelo a coluna vertebral, seus pontos são usados para tratar: dor de cabeça, rigidez na nuca, dor aguda na lombar e nas pernas, como dor no nervo ciático.

Águas do Parque Nacional de Ibitipoca

A Bexiga  e o Rim são interdependentes. O Rim dá a Bexiga o Qi necessário para que esta transforme os líquidos recebidos do Rim. O desequilíbrio da Bexiga pode provocar emoções negativas como ciúme, desconfiança ou rancor. Assim, na clínica estes sentimentos são tratados com o reequilíbrio destes dois órgãos.


O Meridiano Pangguang – Taiyang do Pé é bilateral, com 67 pontos em cada lado. Inicia em B1, recebendo Qi do do Canal do Intestino Delgado pelo ponto ID18, no canto interno do olho, superior e lateral ao ângulo medial do olho. O último ponto é B67, localizado na margem ungueal lateral do 5º dedo do pé; lateral e proximal a raiz da unha, na intersecção das linhas traçadas da base e da margem lateral da unha.

O Meridiano inicia na cabeça, assim, os primeiros pontos são usados para acalmar a mente, dispersar a febre, desobstruir os canais da face, diminuindo a coriza, conjuntivite e rinite. Também, os pontos Shu dorsais dos diversos órgãos, são desde o B13 até B28. Pontos B31 ao B35 são usados para tratar patologias urogenitais, tanto masculinas como femininas. Por exemplo: menstruação irregular, impotência e prolapso uterino, além de pontos para indução ao parto. Pontos na parte posterior da perna são usados para tratar dor ciática e lombalgia.


Maria Rita Hurpia :Acupunturista, escritora e administradora de sites.

Comments are closed